“A Venda” no Museu Regional.


Visita de estudo da sala do 3º ano. Quinta feira, dia 5 de Fevereiro.

Num passado não muito longínquo, o abastecimento das populações de pequenas localidades encontrava-se dependente de um único espaço, presente em todas as povoações: as “vendas”. Eram lugares de grande importância para uma povoação. Mais do que mercearias, estes espaços eram muito plurais e com uma forte componente comunitária. Vendiam-se os bens alimentares essenciais às necessidades das populações, fazia-se um telefonema para os filhos que estavam longe, ia-se buscar e deixava-se o correio e dava-se dois dedos de conversa. Pagava-se à semana e, por vezes, ao mês.

 No Museu Regional do Algarve, a atividade “A Venda” procura dar a conhecer, com a participação direta dos alunos, a realidade vivida nesses espaços.
As nossas 10 meninas arranjaram 10 maridos. Com os seus maridos foram à “venda” e recrearam a forma como, no passado, eram efetuadas as compras. Sobraram 4 solteirões (meninos), que como nos dias de hoje, também necessitaram de se “aviar” e fazer as compras necessárias. Toda esta dinâmica foi muito do agrado dos nossos alunos que se divertiram, interagiram uns com os outros e aprenderam.
Comparou-se, no decorrer do processo, a difença entre os atuais supermercados e as “vendas” do antigamente. A diferença da quantidade e da natureza do lixo produzido – no passado e no presente – foi também um aspeto muito explorado nesta visita.
DSC00565
Fotos adicionais no álbum da atividade.